Repúdio à devassa nos direitos do povo brasileiro com a aprovação da PEC 06/2019

Nós, membros da Rede Jubileu Sul, manifestamos nossa preocupação e repúdio diante da devastação que está sendo cometida contra o povo brasileiro pela Câmara dos Deputados com a recente aprovação do texto base da “Reforma da Previdência”, a Proposta de Emenda à Constituição (PEC) 06/2019.

A DESCONSTITUCIONALIZAÇÃO da matéria previdenciária prevista pela PEC expõe o desejo desse governo, despreparado, a serviço e manipulado pelo mercado financeiro, de fazer do Brasil um experimento neoliberal, que poderá devastar a vida de homens e mulheres, especialmente a vida dos mais pobres das periferias e do campo.  A vida das mulheres, em especial das mulheres negras, que estão na base da informalidade ou do mercado de trabalho, são as que mais sofrerão com essas mudanças que exigirão maior tempo de contribuição sem considerar os cuidados domésticos e maternos que são imprescindíveis na sociedade. As trabalhadoras e trabalhadores rurais, indígenas, extrativistas, pescadores, quilombolas e outras comunidades tradicionais serão, caso seja aprovado esse desmonte, explorados em sua dignidade e identidade cultural.

Estamos convictas e convictos de que essa contrarreforma impactará, negativamente, na economia da grande maioria dos municípios brasileiros que são dinamizados pela aposentadoria e pelos Benefícios de Prestação Continuada (BPC).  Alertamos também que tais consequências em nossos municípios serão lembradas em momento eleitoral e estaremos atentos e atentas ao seu apoio à nossa luta ou à conivência criminosa diante desta proposta que deixará marcas irreparáveis à sociedade brasileira do presente e das futuras gerações.

São Paulo, 12 de julho de 2019

Rede Jubileu Sul Brasil

Não devemos
Não pagamos
A vida acima da dívida!