Grito dos Excluídos 2013 se soma às mobilizações populares no dia 27

Em apoio às manifestações populares que acontecem em todo o pais, o Pré-Grito acontecerá na quinta-feira (27), a partir das 9h, na Avenida Dedé Brasil, em frente à UECE, em Fortaleza.

A manifestação envolverá também o lançamento da Campanha de Luta por Moradia Digna, atos da Campanha Contra o Extermínio da Juventude e contra o abuso de gastos públicos em obras como as da Copa do Mundo e do Acquário.

Os manifestantes gritarão contra os gastos absurdos com a Copa do Mundo e outros investimentos concentradores de riquezas como o Acquário; contra os despejos e remoções de comunidades; pela inversão imediata das prioridades em prol da educação, saúde e moradia; pela apuração imediata dos abusos policiais na repressão às manifestações pacíficas nos últimos dias em Fortaleza e pela punição dos responsáveis; pelo fim do extermínio das juventudes nas periferias; contra a redução da maioridade penal.

Frente de Luta por Moradia Digna

Neste ano em que o Brasil recebe a Copa das Confederações em preparação para a Copa do Mundo, os movimentos querem dar voz à Frente de Luta por Moradia Digna, que reúne organizações de bairros e comunidades ameaçadas de despejos ou remoções. Segundo Igor Pinto, representante da Frente de Luta por Moradia Digna, “em Fortaleza, hoje, milhares de famílias estão ameaçadas de despejo e remoção em áreas de interesse imobiliário, seja em função da especulação imobiliária ou das obras da Copa, mesmo em comunidades consolidadas que ocupam suas áreas há mais de cinquenta anos. Só nas comunidades do trilho, estima-se que onze mil famílias estão sob o risco de remoção, o que deve reunir por volta de cinquenta mil pessoas. No Serviluz, o governo fala de remover cerca de 1.500 famílias. Também há ameaças de remoção em comunidades como o Lagamar; Boa Vista, próxima ao Castelão, e o Poço da Draga, nas imediações do Acquário, para citar apenas algumas”.

Comitê Popular da Copa

Na manifestação, os participantes do Pré-Grito se solidarizam e se somam ao Comitê Popular da Copa, que desde 2009 reúne comunidades, estudantes, profissionais liberais, movimentos sociais e entidades da sociedade civil para discutir os impactos da Copa do Mundo em Fortaleza e lutar contra o “legado” comumente deixado por estes eventos, em especial os despejos e remoções de comunidades; o mau uso dos recursos públicos e perdas de direitos e conquistas democráticas para impor as vontades da FIFA e patrocinadores do evento. O Comitê é articulado com outros comitês constituídos nas demais cidades sede do evento no Brasil e já realizou diversos momentos de discussão e mobilização popular para exigir transparência e a participação popular nas definições das obras e projetos que serão realizados na cidade.

Campanha Nacional Contra a Violência e o Extermínio da Juventude

Também durante a manifestação estarão presentes representantes da Campanha Nacional Contra a Violência e o Extermínio da Juventude, um compromisso comum das quatro pastorais da juventude do Brasil – Pastoral da Juventude do Meio Popular, Pastoral da Juventude Estudantil, Pastoral da Juventude Rural e Pastoral da Juventude. Desde 2009, de modo articulado, as pastorais assumiram como bandeira prioritária a luta contra a violência e o extermínio da juventude, realizando ações políticas de denúncia da violência e de apoio a movimentos de promoção da justiça, defendendo a vida da juventude. Segundo a Pesquisa “Perfil da juventude brasileira”, realizada pelo Instituto Cidadania, 46% da juventude já perdeu parente ou amigo próximo de forma violenta e 38% já viu de perto alguém que morreu de forma violenta, sendo que destes, 62% foram mortos assassinados. Segundo dados da mesma pesquisa, 48% dos jovens indicam a questão da violência/segurança como um dos principais problemas do país.

Grito dos Excluídos

O Grito dos Excluídos que acontece historicamente no dia 07 de setembro, reúne uma série de grupos sociais que reivindicam a garantia de direitos das populações que sofrem graves processos de exclusão e violação nas sociedades brasileira e latino-americanas.

SERVIÇO

Data: 27/06 – quinta-feira

Hora: 8h30min

Local: em frente à UECE – Avenida Dedé Brasil.

CONTATOS:

Igor Pinto- Frente de Luta por Moradia Digna: 8569.5663

Benimar Oliveira – Articulação das Pastorais Sociais, CEBs e Organismos: 8604. 4352

Valéria Pinheiro – Comitê Popular da Copa: 8150.9909

Raimundo – Pastoral da Juventude no Meio Popular (PJMP): 8850.6366