Apoio da rede Jubileu Sul Brasil ao Setembro de Lutas por Moradia e Direitos

Na madrugada do último dia 9 de setembro, 300 famílias ocuparam um terreno na zona Norte de Porto Alegre, Rio Grande do Sul. A ocupação faz parte do “Setembro de Lutas por Moradia e Direitos”, do Movimento dos Trabalhadores/as Sem Teto (MTST) e ocorre em todo o Brasil. As famílias encontram-se em situação precária e necessitando de alimentos, e correndo o risco de serem expulsas do local a qualquer momento. As doações podem ser feitas diretamente na ocupação, situada na esquina das ruas Sérgio Jungblut Dieterich com a Severo Dullius, em frente à empresa Sultepa Concreto Usinado.

A rede Jubileu Sul Brasil dedica todo apoio e solidariedade às famílias notadamente vítimas do abandono do estado e da especulação imobiliária que forma bolsões de favelas, negando o direito da moradia digna a centenas de cidadãos e cidadãs. Vale salientar que a demanda de moradia surge a partir do momento em que empresas e Estado se unem em investimentos imobiliários, para expansão de negócios, sem levar em consideração as comunidades que estão em voltas destes projetos e são severamente afetadas.

A rede compartilha, ainda, a demanda principal das famílias e do MTST, que exigem um diálogo com resultados concretos com as autoridades locais. Da mesma forma rechaça qualquer forma de violência e ameaças que possam atingir as pessoas que estão ali lutando pela garantia de seus direitos. É urgente a formulação de uma política habitacional construída com participação popular efetiva, com a regularização fundiária e urbanização para as famílias da região.

Portanto, ressaltamos: Enquanto morar for um privilégio, ocupar é um direito!

Jubileu Sul Brasil

15 de Setembro de 2017