Grito dos/s Excluídos/as realizará 20º Encontro Nacional de Articuladores/as em São Paulo

Por Rogéria Araújo | Comunicação Jubileu Sul Brasil

Com o tema “Vida em Primeiro Lugar” e o lema “A desigualdade gera violência: Basta de privilégios”, a coordenação nacional do Grito dos/as Excluídos/as Nacional realizará de 27 a 29 de abril o 20º Encontro Nacional de Articuladores/as do Grito. O encontro acontecerá no Centro Formação Sagrada Família, (Rua Pe. Marchetti, 237, Ipiranga), em São Paulo.

“A presença de pessoas que acompanham e constroem o Grito nos locais, cidades/Estados, enriquece e anima o encontro e impulsiona o processo do Grito. Por isso, provoque, anime e incentive a discussão e indicação de uma pessoa da sua comunidade, cidade/Estado para participar do encontro”, afirma, em convite, a coordenação nacional do Grito.

Como todos os anos, o lema caminha em consonância com a Campanha da Fraternidade da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB): “Fraternidade e superação da violência” e lema “Em Cristo somos todos irmãos (Mt 23,8)”.

Para a coordenação nacional do Grito, é essencial que o povo se volte para o problema da violência e suas consequências, sabendo também identificar as origens da violência que, na maioria das vezes, nascem de processos de desigualdades sociais e vão ganhando formas e dimensões sem limites, com conivência e alimentadas pelo Estado.

“A política do Estado mínimo imposta pelo sistema capitalista neoliberal busca a acumulação de capital, em detrimento das políticas sociais, cuja implementação, muitas vezes, fica a cargo de terceiros. Prática que fomenta as várias situações de violência. A primeira refere-se ao descaso com a qualidade dos serviços oferecidos (água, saneamento, educação, saúde, transporte, dentre outros), por vezes terceirizados e precarizados. Uma segunda forma é quando o Estado destrói nossos territórios, degrada e mata, gera violência e criminaliza as lutas e os lutadores/as”, descreve a coordenação nacional.

O Grito

O Grito dos/as Excluídos/as está no 24º edição. Acontece durante a Semana da Pátria, tendo ponto alto o dia 7 de Setembro, dia da Independência do Brasil. Ao longo dessas 24 edições, esta articulação nacional vem despertando o pensamento crítico do povo e servindo resistência e denúncia contra um Estado cada vez mais ausente em meio aos problemas de sua população.

Contato:

Secretaria Nacional do Grito dos/as Excluídos:

e-mail gritonacional@gmail.com

Tel. 011 2272 0627