CNBB e Cáritas Brasileira lançam apelo de socorro às vítimas do Ciclone Idai

Por Cáritas Brasileira

Milhares de pessoas foram afetadas pela passagem do ciclone Idai que devastou territórios inteiros ao sudeste da África, no último dia 14 de março. Moçambique, Zimbaué e Maláui foram os países mais atingidos pela catástrofe que já é a pior da história enfrentada pela população destes países. Até o momento, pelo menos 750 pessoas perderam a vida, e estima-se que esse número possa passar de mil. No cenário urgente de ajuda humanitária, cerca de um milhão e meio de pessoas estão desalojadas.

Para organizar a solidariedade brasileira com as populações atingidas, a Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e a Cáritas Brasileira lançam a campanha SOS África: Moçambique, Zimbabué e Maláui.

Os recursos arrecadados serão utilizados para ações de socorro imediato, água potável, alimentos, roupas, cobertores, kits de higiene, remédios, primeiros socorros e tendas, que serão coordenadas pela Cáritas Internacional, um organismo da Santa Sé. Com a solidariedade de cada pessoa, a Cáritas Internacional quer ainda ajudar na reconstrução de moradias e meios de vida das populações afetadas nos três países.

SOS África: Moçambique, Zimbabué e Maláui conclama a sociedade brasileira, as dioceses, paróquias, comunidades, congregações religiosas, colégios e todas as pessoas de boa vontade, para uma grande corrente de oração e solidariedade em favor das pessoas atingidas por esta tragédia.

Três contas bancárias que são geridas pela Cáritas Brasileira estão disponíveis para doações:

Banco do Brasil

 

Agência: 0452-9

Conta Corrente:

49.667-7

Favorecido Cáritas Brasileira

CNPJ 33.654.419/0001-16

 

 

 

Caixa Econômica Federal

 

Agência: 1041

Operação: 003

Conta Corrente:

4322-3

Favorecido Cáritas Brasileira

CNPJ 33.654.419/0001-16

 

 

 

Santander

 

Agência: 3100

Conta Corrente:

13.061645-0

Favorecido Cáritas Brasileira

CNPJ 33.654.419/0001-16

 

 

“Que o Deus da vida e da ternura derrame suas bênçãos sobre cada pessoa e comunidade pela colaboração e gesto amoroso, em favor das famílias de Moçambique, Zimbábue e Maláui”. Diz um trecho da carta assinada pelas presidências da CNBB e da Cáritas Brasileira, enviada para todas as paróquias do Brasil.