Confira a programação do Seminário “Desmonte da Previdência Social no Brasil: a quem interessa?”

Entre os dias 27 e 29 de maio, a Rede Jubileu Sul promove o seminário “Desmonte da Previdência Social no Brasil: a quem interessa?” com a participação de parlamentares, especialistas e religiosos da CNBB (Confederação Nacional dos Bispos do Brasil).  O evento acontece em Brasília no Centro Cultural Missionário.

“Não é reforma da Previdência, é o fim da Previdência e da Seguridade Social. Está em jogo o futuro de quem está no mercado de trabalho, de quem já se aposentou e de quem ainda nem nasceu. É o fim do dinheiro que os patrões, os empregadores e Estado dão como contribuição”, denuncia a economista Sandra Quintela, articuladora nacional da Rede Jubileu Sul Brasil.

Dentre os principais temas de debate, está a proposta de capitalização da aposentadoria, em que a experiência do Chile será trazida por Recaredo Galvez, integrante da Fundación Sol, organização que realiza estudos sobre o mundo do trabalho chileno. Os impactos da Reforma Trabalhista e da terceirização à previdência também serão debatidos com a assessoria do juiz do Trabalho, Jorge Luiz Souto Maior (Confira a programação completa ao final).

No Brasil, a Rede Jubileu Sul, é ampla mobilização ecumênica, coordenada por vários movimentos sociais, organizações populares, pastorais e comunidades. Dentre as parcerias para a realização do seminário, estão a Via Campesina, a Plataforma DhESCA, a Plataforma dos Movimentos Sociais pela Reforma do Sistema Político, o Andes – Associação Nacional de Docentes do Ensino Superior, a CNBB/Pastorais Sociais, o CONIC – Conselho Nacional de Igrejas Cristãs do Brasil, dentre outros.

Programação:

27 de maio – segunda-feira
14h Apresentação
14h30 Direitos sociais ameaçados: a quem interessa reformar a previdência social brasileira? Que alternativas?

Dep. Talíria Petrone – Membro da Comissão de Constituição e Justiça (CCJ)
Sandra Quintela – Jubileu Sul
Dom Roberto Francisco Ferrería Paz – Bispo de Campos (RJ), Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Social Transformadora da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB).

16h O mito do déficit da previdência social brasileira, argumentos que não se sustentam. Que alternativas?
Floriano Martins – Presidente da Associação Nacional dos Auditores Fiscais da Receita Federal do Brasil (ANFIP)
Maria Lucia Fattorelli – Coordenadora da Auditoria Cidadã da Dívida

28 de maio – terça-feira

Manhã:
9h às 11h Regime de capitalização: uma experiência de insucesso. O exemplo do Chile.
– Chile

11h às 13h Reforma trabalhista, terceirização e os impactos na previdência social. Que alternativas?
Juiz Souto Maior

Tarde:
14h Impactos sobre as mulheres e as populações rurais, indígenas e quilombolas. Que alternativas?
Representante do Campo Unitário.
Paulo Henrique Vicente Oliveira – Coordenador Executivo da Articulação dos Povos Indígenas do Brasil (APIB)
Roseli Faria – Economista, Presidenta da Associação de Servidores de Carreira de Planejamento e Orçamento

16h Financeirização dos fundos previdenciários e dívida pública em debate. Que alternativas?
Profª Sara Granemann – Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)

29 de maio – quarta-feira

Manhã:
9h Mesa: “Que futuro queremos para pessoas já aposentadas, para quem vai se aposentar e para quem ainda não nasceu?”
Profª Denise Gentil – Economista, Universidade Federal do Rio de Janeiro (UFRJ)
Profª Eblin Farage – Secretária-Geral da Associação Nacional dos Docentes em Ensino Superior (ANDES-SN)

#desmontedaprevidencia #reformadaprevidencia #previdenciaedireito #dividapublica #capitalizacaodaprevidencia #jubileusulbrasil