TKCSA – sem licença para operar, com permissão para poluir

Campanha Pare TKCSA denuncia as violações ambientais e de direitos humanos ocorridas desde o início da instalação da empresa em Santa Cruz.

Como uma empresa que possui ações penais, é acusada de graves danos à saúde e o bem estar da população e da biodiversidade no entorno da Baía de Sepetiba, no Rio de Janeiro, pode ter sido colocada à venda? Financiada com dinheiro público, a Companhia Siderúrgica do Atlântico, da transnacional ThyssenKrupp está em operação desde 2010 e longe de cumprir a legislação brasileira, agora, terá um novo dono. E nos perguntamos: qual benefício os moradores e pescadores terão com essa venda? Qual a garantia de que os novos donos da TKCSA irão respeitar e fazer cumprir as leis brasileiras?

Vídeo produzido pelo Instituto Políticas Alternativas para o Cone Sul (PACS) denuncia as graves violações que a empresa cometeu durante todo o seu processo de instalação e execução com a conivência do poder público.

Vídeo disponível também com legendas em inglês e português.

Fonte: http://www.pacs.org.br/2013/04/04/tkcsa-sem-licenca-para-operar-com-permissao-para-poluir/