Movimentos sociais se reúnem com Papa Francisco em encontro na Bolívia

Mais de 1.500 delegados representando diversos movimentos populares de diversos países latino-americanos se reunirão com o Papa Francisco nos dias 7, 8 e 9 de julho deste ano, durante o Encontro Mundial de Movimentos Populares, em Santa Cruz de la Sierra, na Bolívia. Durante esses três dias acontecerão debates, análises de conjuntura, trocas de experiências e encaminhamentos de propostas que possam abordar os problemas dos mais pobres e excluídos.

O encontro pretende articular a atuação na defesa dos camponeses, povos indígenas, pessoas que vivem em assentamentos e acampamentos, além das famílias que lutam pelo direito à moradia. Em comum, todos sofrem com a precarização do trabalho ou a falta dele, injustiça social, sem dignidade e que, perante esta situação, se organizam e cobram seus direitos.

O Papa Francisco já havia se reunido com representantes de movimentos sociais no ano passado. Dando continuidade ao projeto de igreja voltado para os pobres, este encontro na Bolívia terá os mesmos eixos: terra, teto e trabalho com uma visão mais ampla, tendo em consideração o que acontece com a Mãe Terra os vários conflitos que afetam a paz e a soberania dos povos em todo o mundo.

Para o encerramento, no dia 9, está prevista uma reunião com o presidente Evo Morales. Ao final, a delegação dos movimentos populares vão entregar ao Papa uma carta com o resultado dos três dias de trabalho, bem como as medidas mais urgentes que devem ser tomadas. A ideia é que o Papa possa tê-las em suas falas na Assembleia das Nações Unidas e em outros espaços internacionais.

Para mais informações

Escritório de Imprensa: prensaemmp@gmail.com
Outros contatos:

Elvira Corona – Cel: – Italia elvira_corona@yahoo.it
Gabriela Bonus – Cel: – Argentina gabrielabonus@gmail.com
Rita Zanoto- Cel: – Brasil

EMMP 2015
www.movimientospopulares.org

  1. Prezadas/Prezados,

    Gentileza me informarem como a gente pode se inscerver para participar deste encontro na Bolívia. Sou do movimento negro e gostaria muito de estar presente.

    Com meus agradecimentos,
    diva moreira

Fechado para comentários.

A seguir

Declaração: Marcha Mundial das Mulheres

Declaração: Marcha Mundial das Mulheres